Como Viver a Semana Santa Com As Crianças?

Fonte: Arautos do Evangelho e Galdium Express

 

É chegada a Semana Santa, tempo para vivenciar a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, mas também é um tempo para compartilhar em família e de aproximar aos menores os mistérios mais profundos da Fé. Mas como aproximar as crianças dos acontecimentos da Semana Santa? É a pergunta que vários pais de família podem fazer-se durante estes dias santos.

 

 

  

Em resposta a esta questão, o Sistema Informativo da Arquidiocese do México (SIAME) oferecendo algumas dicas para viver a Semana Santa com as crianças, segundo sugestões que apresenta a iniciativa 'Semeando Valor', e que giram em torno do jejum, a abstinência, a oração e a esmola, que são as ações concretas às quais convida a Igreja Católica no tempo litúrgico e penitencial da Quaresma. Oferecemos a seguir alguns de seus conselhos:

Ensinar-lhes sobre o significado do jejum. Aqui não se faz referência ao jejum de alimento, já que este só é obrigatório a partir dos 14 anos de idade, mas se se busca "formar em um autêntico espírito de penitência aos que, por não ter alcançado a idade, não estão obrigados ao jejum e a abstinência", segundo refere o Código de Direito Canônico. Neste sentido, pode-se lhes convidar, por exemplo, ao jejum de queixas, de pensamentos negativos, ao jejum de sobremesa, ou de jogar com o tablet ou algum dispositivo móvel. Isto lhes educará sobre o significado da mortificação, lhes guiará à reflexão e a valorizar mais o que tem.

Animar o espírito de solidariedade ao dar esmola. O propósito é ensinar às crianças a compartilhar. Pode-se lhes convidar a realizar ações concretas, como organizar seu quarto e selecionar aqueles brinquedos que não utilizam para presentear às crianças necessitadas; ou, por exemplo, oferecer a sobremesa que se jejuou a alguma criança de rua. Além disso, pode-se lhes animar a encher uma caixinha com parte da mesada ou com o valor do doce que não se consumir, para depois entregá-la a alguma obra de caridade da Igreja, ou implicá-los em iniciativas da infância missionária.

Cultivar a vida de piedade através da oração. Nestes dias santos é importante acudir às celebrações da Semana Santa em família, envolvê-los com as diferentes atividades que organizam as paróquias para isso, como, por exemplo, a Ceia do Senhor com o lava pés para as crianças; implicá-los nas procissões infantis que se organizam em algumas cidades, e ler-lhes o Evangelho do dia ou um Evangelho curto antes de ir dormir em vez de um conto. Também são muito úteis os contos e vídeos que explicam em que consistem os dias santos, acudir com eles às representações vivas da Paixão de Jesus Cristo que realizam em alguns lugares, rezar a Via Sacra das crianças, ou realizar desenhos ou artes sobre o que significa a Semana Santa.

 

 

 

 Finalmente, recordar que a Semana Santa é uma grande oportunidade para falar-lhes aos pequenos sobre o sentido profundo da Fé, da Santíssima Trindade, do grande amor de Deus Pai que enviou seu único Filho ao mundo pela salvação dos homens. Educá-los no sentido do sofrimento, da Ressurreição, do perdão e da misericórdia de Deus. (GPE/EPC)